Sales Ended

2019 FEV - Capacitação em "Gestão de Riscos em Projetos e Obras" GRPO-0518

Event Information

Share this event

Date and Time

Location

Location

Event description

Description

Curso por Transmissão Síncrona Online com exercicios por EAD
Ajustado para 15 semanas

Objetivo:

Capacitar e não apenas informar ou ilustrar os conceitos, apresentar uma metodologia, eventuais parâmetros, e sim as condições para gerenciar os riscos dos projetos e obras. Uma capacitação não se limita apenas a disposição de conceitos e exercícios, mas deve, através de um trabalho final de curso, se utilizar de elementos reais, ou até obras reais em anda-mento, com análise de recursos de financiamento, patrocínio e disponibilidade de recursos críticos. Todo o trabalho a seguir será conduzido em aderência às melhores práticas de ges-tão em vigor, por normas técnicas e por aplicativos de gestão. Note que esse aplicativo de gestão, a ser fornecido, é licenciado aos participantes sem custo, integra e administra a ges-tão de riscos básicas e essenciais. Farta literatura indicada e fornecida para complemento e estudo devem ser fornecidas.

Pré-requisito:

Treinamento em Spider Project - gratuito - SPU, gerenciamento de projetos e ferramenta juntos - comprovado.
Conhecimento Sólido de Gerenciamento de Projetos - comprovado.
Metodologia:

O treinamento é híbrido, ou seja, com aulas presencias – informativas/formativas, com a prática de debates e trocas de experiências, e com estudo a distância. Atendendo às melho-res práticas de educação presencial e à distância (ABED ), as aulas presencias tem a duração de 3 horas e seu complemento à distância, em 8 horas, praticadas em 2h a cada dia comercial consecutivo e no intervalo entre as aulas presenciais, a exceção do Sábado e Domingo. O apoio de tutoria ao ensino está prevista, sempre por profissionais experientes e treinado nessa metodologia. Os exercícios a serem realizados pelos praticantes são sempre de forma discursiva e/ou por apresentação de resultados, podendo ser individuais e/ou em grupo.
Depoimentos de alguns alunos: (1), (2), e (3)

Curso Preparatório:

O treinamento utiliza o aplicativo Spider Project, aplicativo de gerenciamento de projetos, por conta de seus recursos integrados de: planejamento por restrições de recursos, nivelamento de atividades por recursos, materiais e recursos financeiros, além de analise financeira e analise de riscos integrados só planejamento e controle. Metodologia de Monte Carlo e Três Cenários inclusos, assim como valor agregado e analises de tendências. Um curso preparatório de 3 semanas, sem custo, ou com apoio de tutoria dedicada paga, é oferecido antes do inicio do curso de gestão de riscos.


Resultados:

Os profissionais serão capazes de apresentar resultados sob demanda, e não apenas mapas de planejamento de obras e projetos sob o título de riscos, possuindo meios de ser “solução”, ainda municiados com ferramentas e técnicas. Certificado registrado no CREA-RJ e no PMI.

====================================================================
aulas as segundas (3h) - e exercícios obrigatórios em EAD, com dedicação diária de 4h às terças-quartas-quintas-sextas. Lastro de contingencia para recuperação SAB e DOM
====================================================================


Mudanças de Paradigmas

A dinâmica da capacitação em curso

Demonstração do ambiente de estudo, apresentação da metodologia de ensino e os re-sultados previstos, o entendimento de tutoria e da aula, a importância dos exercícios de fixação e os seus debates, assim como a proposta final do curso e as regras de aprova-ção continua.
Testes de simulações

Reciclagem de GP - planejamento

Renovação e redescoberta do entendimento, com a abordagem as 13 áreas de referên-cia de conhecimento, sendo um método de montagem de plano de projeto apresentada.

Produçao de um plano de projeto básico, estruturado na ferramenta
Avaliação do produto com empenho a restauração e atendimento as expectativas gerais.

Reciclagem de GP - controle

Renovação e redescoberta do entendimento dos processos de monitoramento e contro-le. A definição de um método de monitoramento e de práticas de controle será apre-sentada.

Produção de um item na estrutura dedicada a gestão do projeto.
Avaliação do item criado com a alocação de recursos, e estimativa de custeio.

Introdução a Análise de Riscos

Riscos em Investimentos e Projetos
Deixar claro sobre o que tratamos: a garantia da realização da obra e não a decisão de faze-la ou não. Apresentar os seis processos tradicionais, e mais um, a metodologia pa-ra essa atividade, e a quantidade de participantes nessa equipe.
Leitura dirigida, alinhamento de opinião.
A definição das melhores técnicas de gestão de riscos.


O planejamento dos Riscos de um Projeto;
Planejara antes de tudo. Pela análise dos motivos, limites e indicadores, assim como o resgate dos termos de referência de um projeto ou contrato.
Leitura dirigida, entradas e saídas do processo.
Administrar os resultados.
Analisar a similaridade com o que existe no ICB3 do IPMA e no GUILD.

A identificação dos Riscos do Projeto
Discussão seu rigor de qualificação e importância. Suas técnicas e ferramentas.
Produção de uma lista de riscos estruturadas, sua descrição e gatilhos.
Avaliação cruzada.

Noções Básicas de Métodos de seleção e priorização dos riscos
Técnicas existentes, a Matriz GUT e Matriz de importância - análise qualitativa dos ris-cos do projeto. O custo que isso tem como atividade de equipe do projeto, ou para o projeto em sua execução.
Desenvolver uma lista de riscos estruturadas.
Avaliação cruzada.

Noções Básicas de Estatística;
Reciclagem dos conceitos de estatística, ouso do Excel como o Spider Project, e o prin-cípio de Monte Carlo - análise quantitativa tradicional dos riscos do projeto.
Respostas simples a questões simples.
Através do Excel montar um gráfico de distribuição estatística simples por conta dos dados apresentados como “colhidos e históricos.
A reavaliação do cronograma e dos custos do Projeto

Análise Probabilísticas e Modelos de Simulação de Monte Carlo
Simulações e modelagens, com as interpretações e relatórios. – a análise quantitativa tradicional dos riscos do projeto.
Simular em condições preestabelecidas, apresentar relatório as suas possíveis consequências. SEM RESTRIÇÕES DE RECURSOS
Simular em condições preestabelecidas, apresentar relatório as suas possíveis consequências. COM RESTRIÇÕES DE RECURSOS

Análise de Cenários- Curva Liberzon
Apresentação de técnica nova e eficaz para avaliação de riscos em projetos conceito de lastros de apoio a tomada de decisão. – Análise quantitativa dos riscos em projetos, dentro de uma perspectiva mais arrojada e precisa. Não se limitando ao tradicional, com entendimento de lastros e consequências.
Em três cenários distintos, apresentar uma simulação de riscos pela técnica apresentada. Considerando restrição dos recursos apontados.
Simular dessa vez no modelo MC – Monte Carlo, ainda levando em conta a res-trição de recursos apresentada no enunciado do exercício. Ao final, mais uma vez, apresentar um relatório as suas possíveis consequências e uma conclusão de emissão de juízo – “Resultados MC x Liberzon”.



O plano de Respostas aos Riscos do Projeto

Simulação e Revisão das atividades e das despesas do projeto
Aplicação de ramos de decisão, ponderação de ações de contingenciamento e de miti-gação ao projeto, observando os resultados nas diversas metas do projeto
Conjunto de ações para apoio a certeza do projeto.
Lista de atividades de apoio a um projeto, como coloca-las e onde.
Avaliação cruzada.

Reforço das Metas do Projeto
A tomada de decisão traz consequências – avaliação delas. Quanto ao prazo, uso de re-cursos - aumento de custos e - distorções no orçamento. Meta x “prioridades corporati-vas”.
Escolha das ações mais eficientes, inclusão de itens ao plano de ação – não ao escopo do produto.
Lista de atividades de apoio a um projeto, como coloca-las e onde.
Avaliação cruzada.

Respostas de Valor

O monitoramento e o controle dos Riscos do Projeto
Como alimentar com qualidade o projeto em dados reais, sabendo o que informar, em que períodos, e o resgate do DoD como base primaria.
Perceber a entrada de dados, os resultados em consequência, a leitura dos pa-râmetros, derivada primeira e segunda.
Inclusão da ordem e equipe de riscos no elemento “Gestão do Projeto”


Análise de Impacto nos prazos.
Com o caos instaurado, a solução pela nova equipe implantada, deve trazer algum re-torno.
Apresentar propostas de acerto de prazos e caminho crítico.
Vamos fazer uma avaliação cruzada e aprimorar as medidas.

Análise de Impacto nos custos e no orçamento.
Com o caos instaurado, a solução pela nova equipe implantada, deve trazer algum re-torno.
Apresentar propostas de acerto de prazos e caminho crítico.
Vamos fazer uma avaliação cruzada e aprimorar as medidas.


Trabalho Final

O trabalho final do curso consiste na avaliação de riscos de um programa de ação – ou plano de obras reais a ser recolhido e pesquisado pelos participantes, de forma a permi-tir aplicar os conhecimentos, ainda que de modo simplificado, tendo o resultado espe-rado em 20 dias. A simulação de cenários poderá ser apoiada pela equipe de tutores.

Histórico de Turmas
  • Primeira turma 21-12-2016 - profissionais do CREA-RJ - 25 vagas;
  • Segunda turma 29-05-2017 - profisisonais ligados äs prefeituras do RJ - 12 vagas;
  • Terceira turma 05-03-2018 - profissionais de engenharia Brasil - 15 vagas.
Share with friends

Date and Time

Location

Save This Event

Event Saved